Browsing articles in "Parada Obrigatória"
Posted on 4 de abril de 2012 by

Tem um tempinho que alguém me falou da outlet da Urban Outfitters, também conhecida como loja Surplus no Lincoln Park (bairro tradicional de Chicado). Mas o comentário parecia mais lenda urbada, sabe? Dessas bem fantasiosas. Uma loja que já é tão barata, ter outlet? Pensei: é no mínimo boato. Mas não é que ela existe mesmo!

Existe e é enorme. Com uma seleção tanto pra mulher quanto pra homem, nem acreditei quando vi que tudo sendo vendido lá agora, veio da loja original. E olha que eu morei em Orlando, conheço bem o caô das outlets (fabricam peças de qualidade inferior, colocam à venda nas outlets e ainda dão à entender que a peça está na promoção. Não vem que não tem!

Tá vendo as blusinhas penduradas na parede? Coisa de $4,99 cada. Jeans por $9,99. Tá bom pra você?

Creio que 70% das roupas não passam da marca de dez dolares. Bom demais. Só tem um probleminha: a pobre variedade de tamanhos. Sorte das magricelas que cabem em roupa tamanho 0 à 2. Tem de monte!

Posso ter visto miragem, mas juro que algumas dessas ankle booties tavam lá na loja da Michigan (a parte fina da cidade) umas duas semanas antes (já na promoção). Desconto composto, é isso mesmo?

Só que eu não me lembro o preço dessas sandálias,  sinal de que não me impressionaram muito (os preços, as sandálias eram uma graça)

O veredito: Um excelente lugar pra encontrar basiquinhas com preços de Forever 21. Pra quem tá vindo do Brasil então, é uma boa porque como ela é estocada com peças da estação atual aqui (ex. no mês de março se vende peças de inverno) você já se prepara pra próxima estação no Brasil! Algumas peças mais ousadas também conseguem chegar aqui (das lojas normais) com a mesma aparência porém pesando bem menos no seu bolso. Resumindo, é o que toda Brasileira procura quando vem pra fora: roupa bonita e barata.

Onde? 2352 N Clark St (entre a Belden Ave e a Fullerton Ave) Chicago, IL 60614.

Posted on 14 de março de 2012 by

As melhores coisas da vida vem pra gente quando menos esperamos, e eu não tava esperendo a Art Effect na minha vida, até que uma amiga me sugeriu o tal lugar como sendo: a melhor loja em Chicago, em geral.

Entrei em choque quando vi. A loja é realmente um sonho, e transborda de tanta coisa fofa e legal pro escritório, pra cozinha, pra orelha, guarda-roupa, assim por diante.

Normalmente eu gosto de dar detalhes da minha experiência visitando uma loja, mas dessa vez vou deixar as imagens falarem por sí só (é que realmente, fiquei sem fala).

Repara a parece de tijolos com os retratos. Morri!

Apesar de não ser um breçhó, o lugar tem um arzinho de antigo com uma pitada de moderno.

Olha aí as conterrâneas: Havaiana! Havaianas!

O tangerina predominando. Além de uma quantidade indecente de acessórios, as roupas de lá são seriamente maravilhosas, porém, com preços de boutique.

O veredito: Esse não é um lugar pra vir fazer economia (pra isso recomendo uma outlet), e sim pra se inspirar (e se quiser, levar algo inspirador e único pra casa ou de presente pra alguém. Procurando kits de cartões mimosos? É aqui. Coisinhas fofas pra cozinha? Aqui também. Maxi colares com preços descentes, óculos (principalmente de grau) bem bonitinhos, papel de presente gute gute, (já leva o presente embrulhado) e só roupa linda. Em outras palavras, é o paraíso. Só que na Armitage.

Onde? 934 W Armitage Ave (com a Bissell St) Chicago, IL 60614 (no Lincoln Park)

Posted on 1 de março de 2012 by

Quem mora em Chicago conhece esse nome de trás pra frente. A Akira é uma loja que começou pequena em Chicago e cresceu pros lados, literalmente. Foi passando de bairro pra bairro e agora, é impossivel estar aqui e não ver pelo menos uma das lojas. A mais perto de mim fica na Michigan avenue, a principal avenida da cidade e a mais turística também. Quase cortei o cartão de crédito no meio antes de ir que era pra não dar problema. Mas não fiz.

Apesar de ser local, a loja tem uma vibe de coisa nacional. Pra começar, ela ocupa tanto espaço quanto a Victoria’s Secret do mesmo prédio. Depois, fiquei impressionada com o tamanho do estoque. Araras e mais araras de peças “minhas em potencial”. Mas como eu gosto de ser específica vamos aos detalhes.

Vocês não iriam acreditar no número de vestidos de todas as cores e tipos. To falando daquele vestidinho de festa, que ninguém mais tem,  e que você quer comprar pra abalar quarteirão no Brasil (barato, porque como eu disse, os cremes da Victoria esperam logo ao lado). Então! Seu vestidinho ideal mora nas araras da Akira. Os preços variam entre 50, 70, no máximo 150 dolares. Bom demais.

Atendimento bom, fui até levada num tour da loja quando disse ser minha primeira vez. Uma ótima ideia, porque com tantos sinais de promoções, descontos, eu já tava ficando com dor de cabeça. Apesar deles organizarem as pecas por cores, achei um pouco bagunçado, pouco espaço (nas araras) pra muita roupa. Me senti no outlet de Orlando. Não sei vocês, mas bagunça pra mim só combina com os preços da Forever 21 ($25 por um vestido, quando ta caro). O impressionante é que mesmo assim eu continuei perambulando.

Achei alguns cardigãs lindos e quentinhos por $25 mas fiz “a cega”. Não, porque mais um cardigã no meu guardaroupa e terei abaixar a cabeça quando me chamarem de vovó.

Os acessórios também não deixam a desejar. Os cintos, anéis e pulseiras são o tem de mais chocante  (no sentido bom). Agora, se você é chegada em brincos grandes, estilo cascata, olha aí o tanto de opcão. Festa no gueto!

Gostei também da parede de fotografias. Pra lembrar que apesar de enorme, a loja começou pequena e que os clientes Chicagoanos são quem contam a história.

O veredito: Melhor lugar pra comprar vestido de festa (curtos) com preços bons em Chicago, principalmente na falta de tempo. Anéis,  pulseiras e brincos oversized também.

Posted on 24 de janeiro de 2012 by

É difícil descrever o frio que faz em Chicago nesse momento, mas o frio me faz lembrar (e precisar) de uma coisa: botas. Qualquer um que me conhece e tem a mente sã, vai dizer que eu não preciso de mais sapato, só que eu consigo argumentar o caso na maior facilidade. Reparem. Essas botas vintage que são vendidas na US #1 (no bairro Wicker Park) são o exemplo perfeito. Estou confiante que se elas não ficarem ótimas em cima de uma meia fina, ou arrastão, com certeza ficariam uma beleza na companhia de um vestido floral na primavera. Eu bem que tentei evitar tocar no assunto primavera enquanto faz um nevoeiro danado lá fora (cheguei a criticar quem fica fazendo isso) mas ah! Pelo menos to fazendo um esforco pra lembrar que frio fica até marco.

Se você é chegada num look faroeste, ou se curti misturar as coisas (cowgirl com um quê pra urbana) essa loja é um must. Principalmente se seus olhinhos brilham pelas botas da Frye. Logo a direita da porta estão varias dela, tudo com um precinho bem mais supimpa por ser de segunda mão.

Na US #1 eles também oferecem uma coleção gigante de casacos de pele. Eu sempre achei uma opção legal pra quem não abre mão de usar mas que ao mesmo tempo não quer o peso na consciência de ter sacrificado um animal pra estar usando o casaco. E alguns desses casacos estavam lindos.

Olha que bonitinho uma parede inteira dedicada aos meninos. É raro mas existe

O fundo da loja é cheio de barganhas. Não são da Frye, mas com a mesma aparência, você leva pra casa algo muito mais em conta, também de segunda mão.

O veredito: Este é um destino com um objetivo só; comprar botas antigas estilo cowboy. Um item que poucas têm, mas que muitas invejariam. Vale a pena.

Onde? 1460 N Milwaukee Ave (entre a Evergreen Ave e a Honore St)  Chicago, IL 60622. USA

Posted on 4 de janeiro de 2012 by

Umas horinhas antes de partir pra minhas férias de fim de ano, eu corri na Benefit, localizada na Armitage aqui em Chi-town. Eu tinha ganhado um cartão presente sumpimpa que tava pra vencer e não poderia jamais perder a oportunidade de usá-lo. Mas como eu não engano ninguém com esse papo de econômica (eu tento mas o sangue é ruim, de Maria Gastadora) tava era afim de ver se o salão era tão fofo quanto parecia nas fotos do site.

Antes de torcer a maçaneta, fiz questão de reparar o quadro de ofertas que era pra juntar com meu cartão presente (deu o mindinho e eu querondo massagem e uvas passas) que para minha surpresa, de ofertas não tinha nem casca de pão. Só mesmo sugestões de tratamentos (como se precisasse). Aff

Fui abrindo a porta, rapidamente notada e colocada na lista de espera pra depilação de pantanal facial (sobrancelha com caso grave de negligência)

Os dizeres na parede me divertiam enquanto eu esperava minha vez, tradução “ei amiga… você é linda!”, exemplo à ser seguido por outras paredes do mundo inteiro.

Mas meu tempo de reflexão durou um quarto de seguido apenas. Já no pique de ficar rica nos próximos cinco minutos veio uma maquiadora “testar” os produtos da marca na minha pele: hidratante, base, pó, blush. Quase todos não passavam da marca dos $30. Nada mal.

Na imagem acima vocês podem ver a Jessica jogando seu pozinho de pirlim pimpim na sobrancelha de outra cliente. Logo na hora que eu resolvi entrar na dança e experimentar um batonzinho, chegou a minha vez. Momento histórico. Primeira vez que deixo uma Americana encostar na minha sobrancelha e descubro que passei esse tempo todo amarrando miséria. A menina fez direitinho e deu até um soninho na cadeira.

Achei um pouco forçado as tentativas de me venderem os produtos assim, logo de cara, mas no final, entendi que é essa a proposta da marca. Você chega, faz seu tratamento de beleza e leva pra casa um pedacinho daquilo ali. Talvez tenha sido ingenuidade da minha parte por estar lá somente pra gastar meu cartão e fazer a sobrancelha de quebra. Mas que a pressão pra comprar algo quando você não ta afim é chata, isso é.

A loja/salão/spa/sei la mais o que num é charme? Eu moraria. O que eu achei de mais interessante foi não ter que sair da loja com a pele todo irritada da cera quente. Logo depois da mini tortura, elas voltam com você pra mesa de maquiagem, dão uma ajeitada na pele e seu rostinho sai de lá lindo e limpo. Sem bigode de morango!

Chegando no caixa pra pagar, a última surpresa do dia: meu cartão presente que estava prestes a expirar em dois curtos dias não valia pra sexta-feira. Assumo a responsabilidade, eu deveria sim ter lembrando desse pequeno detalhe quando de ultíssima hora, resolvi largar a carreira de mulher lobo. Mas pensando no lado “satisfação do cliente”, uma colher de chá numa hora dessas teria deixado uma ótima impressão na primeira visita de uma cliente potencial, às vezes compulsiva, que adora gastar com coisas fúteis tipo o blush/tinta.

O verdito: se estiver procurando um lugar pra fazer as sobracelha durante sua estadia em Chicago (ou em outra cidade que tenha Benefit), pode ir  sem medo. No meu caso, foi mais uma “limpeza”, nada de mudar o formato. O preço é bem razoavel (se tratando de Estados Unidos) e a variedade de produtos de beleza é surreal. Rola uma pressão das vendedoras mas e só falar “not today, thank you” que elas param. Parecidas com as vendedoras brasileiras. São simpáticas, mas o atendimento nao passou de “okay”.

 

Onde? 1616 N Damen Ave (entre a Milwaukee Ave e a North Ave) Chicago, IL 60647. EUA


   
Lulu   Lulu   Lulu   Lulu   *   

VÍDEOS

           Assista mais vídeos no meu canal

NO INSTAGRAM

            Siga @flaviadborges

NO FACEBOOK


INSPIRAÇÃO


Lulu

CATEGORIAS

ARQUIVO